Demolição de Casarão Godofredo Taboada é suspensa

Sexta-feira, 21 de Fevereiro de 2020

Demolição de Casarão Godofredo Taboada é suspensa
Sexta-feira, 21 de Fevereiro de 2020
Demolição de Casarão Godofredo Taboada é suspensa 
Foi suspensa provisoriamente a demolição do Casarão Do Godofredo Taboada, que seria realizado neste sábado de Carnaval (22). A decisão em atendimento ao ofício de Maxwell Vaz foi informada no fim da manhã de sexta-feira (21), pela Procuradoria Geral do Município. O prédio, que fica no Centro da cidade, em frente ao Nova Aurora, foi construído por Joaquim da Silva Murteira, e é uma das poucas edificações históricas que restaram na cidade. 
Logo após a decisão, Maxwell, acompanhado do grupo “Macaé das Antigas” realizou um abraço simbólico ao prédio histórico. No local ele contou que solicitou o tombamento do prédio como patrimônio histórico do município. “Fizemos contato com a secretária Estadual de Cultura, Daniele Barros, e iniciamos o processo de tombamento. Não podemos permitir que essa demolição aconteça. Este prédio faz parte do patrimônio histórico da cidade. Tem uma arquitetura criada por macaenses, é importante para mantermos vivo o nosso passado. É muito ruim perdermos essas referências. Temos que desapropriar para investir na preservação da nossa história, promovendo a cultura e o turismo”, explicou. 
Durante o ato, centenas de assinaturas foram recolhidas contra a demolição. A petição também pode ser assinada online https://secure.avaaz.org/po/community_petitions/peticao_destinada_a_prefeitura_de_macae_e_os_orgao_peticao_pela_preservacao_e_nao_demolicao_do_casarao_de_godofredo_taboada/?arsBJnb.

Foi suspensa provisoriamente a demolição do Casarão do Godofredo Taboada, que seria realizado neste sábado de Carnaval (22). A decisão em atendimento ao ofício de Maxwell Vaz foi informada no fim da manhã desta sexta-feira (21), pela Procuradoria Geral do Município. O prédio, que fica no Centro da cidade, em frente ao Nova Aurora, foi construído por Joaquim da Silva Murteira, e é uma das poucas edificações históricas que restaram na cidade. 


No início da tarde, Maxwell, acompanhado do grupo “Macaé das Antigas” realizou um abraço simbólico ao prédio histórico. No local ele contou que solicitou o tombamento do prédio como patrimônio histórico do município. “Fizemos contato com a secretária Estadual de Cultura, Daniele Barros, e iniciamos o processo de tombamento. Não podemos permitir que essa demolição aconteça. Este prédio faz parte do patrimônio histórico da cidade. Tem uma arquitetura criada por macaenses, é importante para mantermos vivo o nosso passado. É muito ruim perdermos essas referências. Temos que desapropriar para investir na preservação da nossa história, promovendo a cultura e o turismo”, explicou. 


Durante o ato, centenas de assinaturas foram recolhidas contra a demolição. A petição também pode ser assinada online https://secure.avaaz.org/po/community_petitions/peticao_destinada_a_prefeitura_de_macae_e_os_orgao_peticao_pela_preservacao_e_nao_demolicao_do_casarao_de_godofredo_taboada/?arsBJnb.

 



Mais notícias

01/04/2020 - Com emenda da Casa, vereadores aprovam Bolsa Merenda de 200 reais para alunos da rede pública municipal
30/03/2020 - Acordo entre bancadas garante auxílio de R$ 5,3 milhões a alunos da rede municipal
24/03/2020 - COVID-19: Maxwell reforça combate a pandemia
24/03/2020 - COVID-19: Call Center é interditado após solicitação
05/03/2020 - Prédio histórico em Macaé entra em processo de tombamento